segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Aprenda Como Prospectar Novos Clientes (Pare de Ser Zumbi)

Você não sabe como prospectar novos clientes?

Tem medo de abordar pessoas e vender seu produto ou serviço?

Então, amigo vendedor, este artigo vai lhe ajudar.

Como partilho agora um vídeo "foda" de um dos maiores vendedores do Brasil.

No vídeo abaixo o Jordão da dicas  de como abordar clientes de uma forma produtiva privilegiado a qualidade versus a quantidade na prospecção de novos clientes.

Vídeo Como Prospectar Novos Clientes (do jeito certo)

https://www.youtube.com/watch?v=EjxwkgeqJ6U

E aí, você ainda faz prospecção de vendas de forma padronizada?

Já não está na hora de mudar sua estratégia?

Aprenda aqui como personalizar sua abordagem de vendas e chamar a atenção do cliente.

No curso de vendas do Jordão você vai perder o medo de prospectar clientes da fora certa.

Você vai ver como atingir pessoas que realmente se interessam no seu produto ou serviço e melhorar suas margens.

Inscreva-se aqui na próxima turma do Vendedor Ranimaker

Este texto Aprenda Como Prospectar Novos Clientes (Pare de Ser Zumbi) apareceu primeiro no Site Guia Instituto Usuário Online.

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

8 Melhores Super Séries de Advogados (Netflix e Outras)

O Direito é um dos pilares da ótima relação social, da ordem e da legalidade.

Advogados, juízes, promotores, todos são responsáveis por contribuir à manutenção da civilidade em que estamos inseridos.

E nada melhor do que as séries de televisão para mostrar essa realidade tão interessante desses profissionais da lei, junto com uma boa dose de romance, intriga, traição, mistério, investigações policiais, batalhas de ego e combates intelectuais.

Confira aqui a lista dos melhores programas relacionada ao direito:

Série The Good Wife

Alicia Florrick (Juliana Margulies) é casada com o procurador-geral do estado de Chicago, Peter Florrick (Chris Noth), e vê a sua virar de cabeça para baixo quando o marido é preso após um escândalo envolvendo corrupção e um caso com uma prostituta.

serie da advogada god wife

Pelo bem da família, Alicia decide retomar sua carreira de advogada na firma Stern, Lockhart & Gardner, com a ajuda do amigo de faculdade Will Gardner (Josh Charles).

Criada por Robert e Michele King, a série apresenta casos jurídicos intrigados, com resoluções inteligentes e um ótimo ritmo entre os episódios.

Cada capítulo – das, até agora, 4 temporadas – acrescenta uma questão ou resolve um problema que normalmente mistura a vida profissional e amorosa de Alicia, com família, amigos e política em um bolo só.

Além disso, podemos sempre nos gratificar com o triângulo amoroso que se forma entre Peter, com quem Alicia decide continuar casada, e Will, seu amigo de longa data e novo chefe.   

https://www.youtube.com/watch?v=3PHSS1E25RQ

Série de Advogados Suits (Homens de Terno)

Tão boa que foi até material de resenha aqui na 21, Suits conta a história de Mike Ross (Patrick J. Adams), um cara inteligentíssimo, com memória fotográfica e aprovado no equivalente americano da OAB, mas que nunca se formou na faculdade.

serie de tv de advogados da netflix suits

Uma grande confusão faz com que ele acabe sendo entrevistado e aceito para uma posição de assistente na firma de Harvey Specter (Gabriel Match) – o único que sabe do seu segredo.

Com uma relação divertidíssima de mestre e pupilo, os dois acabam sendo perfeitos um para o outro:

  • enquanto Harvey é prático e focado em ganhar seus casos, Mike é emotivo e frequentemente se deixa afetar pela causa dos clientes.

Aos poucos, Mike encontra seu lugar na empresa e consegue evoluir como advogado, enquanto Harvey usa toda a sua esperteza e inteligência para ganhar os seus casos de maneira incrível, sempre com alguma jogada inesperada e raciocínio rápido.

https://www.youtube.com/watch?v=CfdtigVORso

Série Damages (manipuladora e antiética)

Damages gira em torno de duas brilhantes advogadas, Patty Hewes (Glenn Close) e Ellen Parsons (Rose Byrne), mulheres fortes, decididas e inteligentes.

serie damages advogada

Patty atua como uma mentora para Ellen, guiando-a pelo complicado mundo da lei através dos grandes casos que sua firma defende.

Bem diferente das outras séries jurídicas que vemos por aí, Damages mistura o drama legal com uma enorme teia de mistérios.

Para começo de conversa, a trama já é apresentada ao contrário:

  • Ellen correndo seminua pela cidade de Nova Iorque, coberta de sangue.

O restante dos episódios intercalando o “tempo presente” com retrospectivas, mostrando os eventos que levarão eventualmente a este drama inicial, seis meses depois.

Vemos, então, todo o desenvolvimento do relacionamento entre as duas advogadas, e de como Patty muda a vida de Ellen com sua personalidade manipuladora e suas maneiras extremas e até antiéticas de ganhar casos.

https://www.youtube.com/watch?v=Hx1NvP_SEIA

Série Ally McBeal (Relacionamentos )

Como já se pode perceber pelo nome, a série foca em Ally McBeal (Calista Flockhart), uma advogada que acaba de ser aceita no escritório de advocacia Cage & Fish.

Porém, para seu azar, um dos donos da firma é seu ex-namorado Billy Thomas (Gil Bellows), que está agora casado.

https://www.youtube.com/watch?v=y5Bej03OGBA

Mas o Direito é apenas um plano de fundo, sendo os relacionamentos a história principal.

Cheia de romances e cenas de comédia, o seriado é repleto de momentos surreais, com direito a alucinações e cenas mostrando sobre o que os personagens estão sonhando.

O programa também brinca com os efeitos especiais, eventualmente adicionando expressões engraçadas e caras exageradas, bem no estilo Looney Tunes.

Série Drop Dead Diva

Uma modelo bobinha sofre um acidente de carro e, ao chegar ao céu, aperta o botão errado e volta para a Terra, desta vez no corpo de uma advogada inteligente – e gordinha.

 

https://www.youtube.com/watch?v=UB1zKeN5cvk

Deb Dobkins (Brooke D’Orsay) se vê presa no corpo de Jane Bingum (Brooke Elliot), e aos poucos percebe que terá que deixar toda a sua antiga vida para trás e assumir a vida de Jane:

  • incluindo seu trabalho de advogada na firma Harrison-Parker, mas com uma mudança geral no guarda-roupa.

O problema é que, no mesmo escritório, trabalha Grayson Kent (Jackson Hurst), namorado de Deb – que não pode saber nunca que sua namorada morta está, na verdade, em outro corpo.

Para garantir que esse segredo do além não escape, Jane ganha um anjo da guarda, o sarcástico Fred (Ben Feldman).

A série é bem humorada e leve, cheia de mensagens sobre aceitar o seu próprio corpo, e da importância da personalidade e inteligência ao invés do atributo físico.

Série dos Advogados Franklin & Bash

Jared Franklin (Breckin Meyer) e Peter Bash (Mark-Paul Gosselaar) são dois melhores amigos, super bem humorados e de bem com a vida.

Franklin é confiante, filhinho de papai e adora um boa festa, enquanto Bash é levemente mais responsável, mais ainda assim tão sem noção quanto o amigo.

https://www.youtube.com/watch?v=E4_XmeDaR0k

Ambos trabalham como procuradores e, após ganharem um caso de grande visibilidade sobre uma grande empresa, recebem dela uma proposta de emprego.

Juntos no mesmo escritório tradicional, a dupla encontra sempre têm uma maneira bem diferente e louca – e que sempre funciona – de resolver os problemas legais de seus clientes e agradá-los como podem.

Série Policial Law & Order

No ar por 20 anos, o seriado mostra o processo de solução dos crimes dividido entre a investigação policial e o desenvolvimento no tribunal.

Com mais de quatro spin-offs (séries derivadas de outra série) e adaptações internacionais, Law & Order reserva a primeira metade dos episódios para a investigação do crime em questão, em que os detetives do Departamento de Polícia de Nova Iorque seguem as pistas, juntam os pedaços de evidencias e resultados forenses até a captura de um suspeito.

https://www.youtube.com/watch?v=gVcw6H2MA8E

Na segunda metade, vemos os promotores durante o julgamento e as táticas adotadas por eles para fazer com que o criminoso seja pague pelos seus crimes – os quais muitas vezes são inspirados em casos conhecidos da época, tornando os desenvolvimentos mais reais e pertinentes.

Série Boston Legal

Spin-off da antiga The Practice, o seriado narra a história de Alan Shore (James Spader), um excelente advogado mergulhado em dilemas éticos, em seu mais novo escritório de advocacia Crane, Pool & Schmidt; ele se une a seu amigo e mentor Denny Crane (William Shatner), o sócio sênior que já está meio louquinho.

https://www.youtube.com/watch?v=OUy2XroXaQU

Assim, Shore consegue criar um nome para si mesmo ganhando processos civis que ninguém gostaria de pegar, e ganhando todos eles por métodos eticamente condenáveis.

Repleto de humor negro – algo que combina perfeitamente com o ramo jurídico –, a série aborda as vidas pessoais e os casos legais dos personagens, que lidam com dúvidas morais no caminho em busca de fama e fortuna.


E aí, gostou da lista?

Conhece mais alguma boa série jurídica?

Comenta aí!

 

O post 8 Melhores Super Séries de Advogados (Netflix e Outras) foi postado anteriormente no Guia Instituto Usuário Online.

Os mais novos possveis genios do Vale do Sílício

O Vale do Silício, na Califórnia, é conhecido por ser o berço das inovações tecnológicas, sendo casa de grandes empresas como Google, Apple, Yahoo!Microsoft.

É onde gira uma indústria que lida com milhões e bilhões como moeda diária, e atrai nerds de todo os Estados Unidos – e do mundo – com o prospecto de riqueza e reconhecimento.

Também por essas razões, acabou virando material para a comédia Silicon Valley, que teve sua estreia em abril desse ano pela HBO e mostra, a cada episódio, mais uma forma diferente e inusitada de criar piadas com a seriedade e a velocidade associadas a esse ramo.



Criada por Mike Judge, John Altschuler e Dave Krinsky, a sitcom gira em torno de um grupo de jovens programadores que trabalham para conseguir fazer sua startup decolar.

Richard Hendricks (Thomas Middleditch) é um cara extremamente tímido, inseguro e introvertido que trabalha na Hooli, uma grande empresa de serviços online (a semelhança ao nome do maior buscador de internet não é mera coincidência).

No seu tempo livre, ele trabalha no desenvolvimento de um aplicativo de músicas chamado Pied Pier, enquanto mora na “casa incubadora” liderada por Erlich Bachman (T.J. Miller) com outros quatro coders.
 O personagem de Bachman, por sinal, é um aceno à prática verdadeira dos “hacker hostels”, trazendo à tona um aspecto pouco conhecido do vale da tecnologia, entre tantos outros.,

Incrivelmente satírico, o show não só faz brincadeiras com essa conjuntura tão diferente do “normal”, mas também consigo mesmo.

As piadas são inteligentes e raramente previsíveis, sendo também muito bem entregues por um elenco de talento, especialmente Thomas Middleditch, T.J. Miller e Zach Woods, que consegue atingir novos níveis de esquisitice a cada cena.

Uma surpresa mais do que especial – tornada amarga com a morte do ator Christopher Evan Welch – é a de Peter Gregory, um investidor bilionário e excêntrico que se propõe a investir no aplicativo Pied Piper.

Apesar de fortes atores cômicos, as figuras femininas ainda são raríssimas no programa, com a presença praticamente única de Amanda Crew como a assistente de Peter Gregory, que age como a voz da razão e, bem, tradução, nesse mundo de loucos.

Além disso, algumas piadas fazendo referência a pessoas ou lugares específicos podem até passar batido do espectador distraído, mas estes são momentos breves e pouco relevantes.

De qualquer forma, a série se redime maravilhosamente com cenas como o desafio de provar todos os sanduíches da Burger King ou o problema sobre como realizar uma masturbação múltipla supereficiente.

Com sua sequência de abertura adorável, referências a clichês tecnológicos e campi coloridos, Silicon Valley atrela a sátira a cenários típicos de um lugar voltado para o futuro, inundado de cérebros incansáveis em busca do incentivo certo.

O programa consegue misturar o ridículo aos desafios do ramo; ele brinca com as circunstâncias e consigo mesmo, sem deixar de nos envolver com os dilemas dos personagens e torcer para seu sucesso em um espaço tão competitivo e assustador, em que todos têm potencial de ser o próximo Steve Jobs, basta ter a ideia certa.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Sleepy Hollow: Sem cabeça e sem medo

Eu realmente não gosto de filmes de terror.

Sou medrosa mesmo.

Sou daquelas que, se vir um mísero trailer de terror no cinema, fecha os olhos e fica cantarolando com os dedos no ouvido até ele acabar.

E o grande trauma da minha vida, a produção que me aterroriza à alma até os dias de hoje é A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça, o longa de 1999 dirigido por Tim Burton e estrelando Johnny Depp e Christina Ricci.

Imaginem, então, o meu desespero ao descobrir que uma adaptação para a televisão estava sendo produzida pelo canal Fox! Sleepy Hollow teve a sua estreia em 16 de setembro deste ano e, graças aos deuses protetores dos medrosos, mantém o nível de terror bem na marca do aceitável.
Na história da série, Ichabod Crane (Tom Mison) é um soldado lutando ao lado dos americanos contra o Império Britânico em 1781.

Durante uma batalha sob o comando do general George Washington, Ichabod decapita, antes de morrer, um soldado europeu e, ao morrerem juntos, os dois acabam interligados por sangue.

Quase 250 anos depois, o Cavaleiro Sem Cabeça é trazido de volta à vida – e, com ele, ressuscitando Ichabod, que acorda na cidade de Sleepy Hollow em pleno século 21. Seu caminho acaba encontrando o da Lt. Abbie Mills (Nicole Beharie), a detetive encarregada da investigação das mortes provocadas pelo Cavaleiro.

O primeiro passo para gostar de Sleepy Hollow é desapegar do filme (e esse conselho é válido qualquer outra forma de adaptação, ok?). Sim, Tim Burton é espetacular e fantástico, mas a série é outra obra, outro programa, outra releitura do conto original de Washington Irving.

 Na nova versão, o Cavaleiro Sem Cabeça é a Morte, um dos Cavaleiros do Apocalipse; a cidade possui forças do bem e do mal e Ichabod e Abbie fazem o papel das duas Testemunhas, sendo as únicas que podem realmente impedir o fim do mundo.

Simples assim.

Abbie Mills é, sem dúvida, uma dos destaques da série.

A personagem é decidida, independente, forte e engraçada sem clichês, e Nicole Beharie faz jus à importância do papel.

Além disso, a química entre Beharie e Mison é boa o bastante para fazê-los fluir em cena, criando uma dupla carismática – ilustrando uma parceria que evolui e se fortifica no passo certo.

Ichabod, depois de sua experiência de “não-morte”, acredita em todos os eventos fora do comum que acontecem na cidade.

Já Abbie é cética, custando a acreditar neste seu gigantesco papel para salvar a humanidade. Ainda bem, ou tudo seria fácil demais.

 A dose de ceticismo traz a realidade aos episódios, mantendo a trama com um dedinho do pé no chão: Abbie se guia por métodos objetivos e lógicos, por mais supernaturais que sejam as variáveis.

O programa mistura misticismo, história, supernatural e uma dose de religião. As aventuras de Ichabod com a tecnologia são o escape cômico do programa.

Um cavalheiro do século 18 (e que usa sempre a mesma roupa, aparentemente), o pobre coitado sofre ao ter que lidar com carros, computadores, latas, embalagens de plástico, chuveiros e outras maravilhas do mundo moderno.
 
A parte histórica, por sua vez, tem tal importância que acaba deixando os espectadores não-americanos brevemente perdidos em alguns momentos. Ichabod, pelo que parece, conheceu todas as pessoas importantes para a Independência Americana!

Então, nós, brasileiros, temos que fazer aquela forcinha para lembrar os nomes dos envolvidos neste período.

Ainda assim, nosso conhecimento é superficial se comparado ao dos estadunidenses, claro. Isso faz com que certos diálogos sejam como uma piada interna: são citadas anedotas e pequenos fatos sobre presidentes, batalhas e eventos importantes para a vitória dos americanos, e tudo além do conhecimento não tão aprofundado da audiência internacional do programa.
 
Os episódios de Sleepy Hollow tem soluções bem complicadas para seus problemas, mas, no fim, a trama é bem simples: é o bem contra o mal.
Os lados não se misturam; é preto no branco. O seriado possui direção e roteiro decentes, efeitos especiais satisfatórios e boas atuações. É arrumadinha e bem feita, com pouco de errado.

 Em contrapartida, não possui nada de extraordinário, impressionante ou inesquecível.

Agrada enquanto se assiste, mas uma semana sem vê-la não faz sentir falta. É legal, mas só isso.

Com 13 episódios na sua 1ª temporada, Sleepy Hollow já foi renovada para a 2ª. Asssista aqui ao trailer do seriado:

O que faz de alguém um bom líder? Liderança pode e deve ser apreendida

O que faz de além um bom líder?

Como uma pessoa pode aprender a arte da liderança?

São estas as questões que tentarei responder hoje.

Cada vez mais empresas, organizações e instituições precisam de pessoas capazes de liderar e conduzir equipes a atingir seu objetivo.

Só que para se fazer isto é importante entender como é a liderança moderna e descentralizada.

Vamos aos conceitos:

O que é liderança?

Liderança pode-se traduzir como a habilidade de motivar e influenciar os seus seguidores, para que estes contribuam voluntariamente para alcançarem os objetivos da equipe.

https://www.youtube.com/watch?v=U9vi0acPujE

E a liderança organizacional?

Liderança organizacional seria basicamente o processo de condução de um grupo de colaboradores, transformando-o numa equipe eficiente e eficaz a serviço de uma organização.

Ao contrário de alguns pesquisadores, acredito que qualquer colaborador possa desenvolver habilidades de liderança se tecnicamente bem treinado para ser um bom líder.

Acredito também que não exista uma formula mágica para ser um líder.

Entretanto, entendo que se você utilizar as ferramentas certas se destacará dos demais e com certeza com o passar do tempo notarão em você a liderança e até lhe escolherão para ser líder.

Então o que posso começar a fazer para ser um líder?

Uma dica importante é: informe-se muito a respeito do assunto.

Primeiro aprenda tudo o que puder sobre liderança.

Pesquise e estude sobre os principais líderes que o mundo já conheceu: Jesus Cristo, Mahatma Gandhi, Joana D'Arc, Steve Jobs, George Washington, Martin Luther King e outros.

Após entender o que cada um desses líderes fizeram e como desenvolviam suas atitudes e aplicavam suas estratégias passe para o segundo passo.

Desenvolva sua capacidade de falar, ouvir e compreender as pessoas.

Para ser um bom líder você tem que aprender a falar bem, isto é, a comunicação deve ser clara forte e bem canalizada.

Aprendendo oratória e o mais importante, praticando-a, você certamente conseguirá perder o medo de falar diante de uma multidão, perderá sua timidez e o nervosismo se afastará.

https://guiaituonline.com.br/reconhecer-equipe/

Todas as pessoas gostam de uma maneira ou outra de serem ouvidas

Se alguém da equipe têm um problema, ela gostará de ser ouvida.

De alguém têm uma ideia querem apresentá-la, vai querer dar a sua opinião, então escute as pessoas com atenção.

  • Logo, caro leitor, saber ouvir é uma qualidade que os seguidores admiram.

Já sobre compreender as pessoas, o que posso falar é que alguns líderes têm muito conhecimento e sabem trabalhar as técnicas como ninguém, e acham que por isso são líderes destacados e respeitados.

Mas às vezes lhes falta justamente o que chamamos de inteligência emocional.

https://guiaituonline.com.br/frases-lideranca/

São líderes com muita autoridade e seus colaboradores o escutam, entretanto, faltam a compreensão e a humildade, falta justamente o trato com as pessoas.

Talvez sorrir verdadeiramente seja o mais difícil para esse tipo de líder.

Por isso, se você deseja ser um líder verdadeiro, sorria verdadeiramente para os seus liderados.

Um sorriso nada custa, mas vale muito, muito, enriquece quem o ganha e quem o dá não fica pobre.

Aprenda a desenvolver duas habilidades: a conceitual e a técnica.

Todos os líderes que se destacaram na história aprenderam a desenvolver conceitos e aplicaram técnicas que deram certo.

Seja na política, na religião ou até mesmo na organização, você deve conhecer todos os conceitos que puder.

Se você deseja ser um político, conheça a fundo política e é importante que pratique. Se você deseja ser um líder religioso, estude e pesquise sobre religião.

Se deseja ser um líder em sua empresa, aprenda tudo que puder sobre ela.

Todo líder tem seguidores, um grupo, uma equipe.

Conheça e descubra o que os seus seguidores esperam de você

Crie, então, uma equipe de sucesso.

Canalize o melhor que puder encontrar nelas para atingir os objetivos desejados.

Acredite em você, aposte no que há de melhor no seu lado humano e profissional e tenha a certeza de que ser líder é um desafio, mas nunca você poderá saber se pode ser um se não tentar.

O texto O que faz de alguém um bom líder? Liderança pode e deve ser apreendida foi postado anteriormente no Guia Instituto Usuário Online.

sábado, 26 de janeiro de 2019

33 Frases Geniais sobre Criatividade e Inspiração (+ Ideias +Confiança)

As vezes criar algo novo requer uma fonte de inspiração.

Se este for o seu caso talvez uma das frases das mentes de pessoas geniais e super criativas possam lhe inspirar.

Há um link nome do autor de cada frase criativa. Basta clicar para conhecer mais da vida e obra de cada dos mesmo.

 

Listas de Frases Criativas e Inspiradoras:

 

A criatividade não existe de maneira isolada. Ela precisa de um ambiente acolhedor onde possa florescer. Will Gompertz

 

A criatividade é contagiosa. Passe adiante. Albert Einstein

 

Criatividade é apenas conectar coisas. Steve Jobs

 

Toda criança é um artista, o problema é permanecer artista depois que cresce. Pablo Picasso

 

Criatividade sempre significa fazer o não-familiar. Eleanor Roosevelt

 

Uma economia criativa precisa de pessoas de mentalidade independente e com a liberdade e a capacidade de pensar com imaginação. Will Gompertz

 

A criatividade é a inteligência se divertindo. Albert Einstein

 

Não dá para esperar pela inspiração, é preciso ir atrás dela com um porrete. Jack London

 

Para viver uma vida criativa nós precisamos perder o medo de estarmos errados. Joseph Pearce

 

Os artistas refletem muito sobre o contexto e o conteúdo antes de levantar uma caneta ou um pincel. Will Gompertz

 

Fora das limitações vem a criatividade” Debbie Allen

 

O que torna os homens geniais, ou melhor, o que inspira seu trabalho, não são novas ideias, mas sua obsessão com a ideia de que o que já foi dito não foi suficiente. Eugène Delacroix

 

Temos que seguir pulando dos penhascos continuamente e desenvolvendo nossas asas
na descida. Kurt Vonnegut

 

Seja corajoso o suficiente para viver criativamente. O lugar criativo onde ninguém esteve. Alan Alda

 

A criatividade dá voz à democracia e dá forma a civilizações. Will Gompertz

 

Criatividade é colocar sua imaginação para trabalhar e ela produz resultados extraordinários na cultura humana. Ken Robinson

https://www.youtube.com/watch?v=aQym7WkF5ks

Não tenha medo da perfeição, você nunca vai atingi-la.” Salvador Dalí

 

A criatividade é como um jogo de xadrez, em que os melhores jogadores são aqueles que conseguem pensar em vários movimentos antecipadamente, sem perder de vista a situação imediata. Will Gompertz

 

O importante é se emocionar, amar, ter esperança, Vibrar e viver! Auguste Rodin

 

A criatividade nunca foi sensata. Ao longo do tempo o que um artista necessita é de entusiasmo, não disciplina. Julia Cameron

 

No jogo da criatividade não se é um jogador a menos que se tenha algo a dizer. Will Gompertz

 

Condições para a criatividade são ficar perplexo; concentrar-se; aceitar o conflito e a tensão; nascer todos os dias; ter um sentido próprio. Erich Fromm

 

O que seria da vida se não tivéssemos coragem de tentar alguma coisa? Vincent Van Gogh

 

É nosso cérebro, e não nossos músculos, que nos torna especiais e faz a vida valer a pena. Will Gompertz

 

Um pressentimento é a criatividade tentando te dizer algo.Frank Capra

 

Criatividade é apenas aprender como fazer algo com uma perspectiva diferente. Ber Carson

 

Ser criativo não é um hobby, mas uma forma de viver. Autor Desconhecido

 

Você não pode esgotar a sua criatividade. Quanto mais você usa, mais você tem. Maya Angelou

 

Precisamos utilizar o tempo criativamente e entender para sempre que o tempo está sempre a espera para fazermos grandes coisas. Martin Luther King Jr

 

Separe um espaço vazio em algum canto de sua mente e a criatividade instantaneamente irá preenchê-lo. Dee Hock

 

Qualquer um que queira explorar novas ideias deve ser ousado. Will Gompertz

 

Mentes criativas são conhecidas por sobreviverem a qualquer tipo de mau treinamento. Anna Freud

 

Somos tão criativos que, quando não temos problemas, nós os inventamos. Augusto Cury

 

O texto 33 Frases Geniais sobre Criatividade e Inspiração (+ Ideias +Confiança) aparece primeiramente no Site Guia Instituto Usuário Online.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

O Que é Franchising? Como São as Relações Entre Franqueados e Franqueadores?

Franchising é um arranjo para melhor distribuir produtos e/ou serviços que, juridicamente, se implementa através de um contrato pelo qual o detentor de uma determinada marca – ou algum método de comercialização – outorga a alguém licença para explorar essa marca ou tecnologia.

https://www.youtube.com/watch?v=6_P2-Pt2rhk

Nesse cenário o Franchising estabelece duas presenças:

• Franqueador: É aquele que detém a marca e o know-how da comercialização de certo bem ou serviço. Os direitos de revenda e uso são cedidos pelo contrato.

• Franqueado: É aquele que adquire contratualmente o direito de comercializar o bem ou serviço. Geralmente esse uso se restringe a certa área geográfica e vem acompanhado do benefício da marca e de apoio para o gerenciamento do negócio.

https://guiaituonline.com.br/franquias-baratas-online/

No sistema Franchising o franqueador (detentor da marca) estabelece o modo pelo qual o franqueado (interessado pela concessão) deverá instalar e operar seu próprio negócio e desempenhar suas atividades, as quais serão desenvolvidas sempre sob o comando e orientação do franqueador.

Um dos grandes atrativos do sistema é que ele permite a formação de uma rede de distribuição formada por empresários, os quais investem e apoiam o sucesso do franqueador.

A remuneração será prevista em contrato e variará de negócio para negócio.

Outros atrativos do sistema Franchising:

  • O franqueado pode fornecer informações permanentes ao franqueador a respeito das tendências do mercado e o comportamento dos consumidores;
  • O franqueado é um parceiro na marca franqueada e atua com iniciativa e responsabilidade próprias;
  • O franqueado procura trabalhar com mais eficiência, servindo melhor aos consumidores do que se fosse um funcionário, pois ele é um empreendedor e seu desempenho econômico dependerá de como ele atende seus clientes;
  •  O franqueado conhece melhor seu mercado do que o franqueador, podendo fazer adaptações no negócio exigidas pelas características da sua região.

Tipos de Franchising

No decorrer dos últimos anos o sistema de franquias vem se desenvolvendo e assumindo novas relações entre franqueados e franqueadores.

Mas, em princípio, pode-se apresentar três (3) tipos de relação:

• Franchising no Varejo Patrocinada Pelo Fabricante: Trata-se do franchising de produtos e marcas. Ou seja, o tradicional. É a concessão da exploração comercial de uma determinada marca, associada à revenda de produtos ou à prestação de serviços, os quais são fornecidos pelo franqueador ao franqueado. Nesse tipo de franquia não existe muita supervisão ou apoio do franqueador e os principais exemplos são os postos de combustíveis e as revendas de automóveis.

• Franchising no Atacado Patrocinada Pelo Fabricante: Em relação ao tipo anterior, inclui-se a exclusividade no fornecimento do produto (ou serviço), existindo mais supervisão do franqueador. O caso clássico são as indústrias de refrigerantes, onde o fabricante concede licença aos engarrafadores que compram seus concentrados, industrializam e vendem o produto aos varejistas.

• Franchising no Varejo Patrocinada Por Prestadora de Serviços: É um formato de negócio que inclui a transferência de tecnologia do franqueador ao franqueado. Esse know-how se refere ao planejamento, a implementação e ao gerenciamento da unidade franqueada e os melhores exemplos são as redes de fast-food.

No início de suas atividades muitas dessas redes não cobravam taxas abusivas ao novo franqueado e, além disso, não “vendiam” áreas geográficas para atuação exclusiva do franqueado.

Elas visualizavam ótimas potencialidades nesse segmento e compreendiam que o sucesso dos franqueados levaria – necessariamente – ao sucesso da rede.

Sendo assim, pode-se afirmar que as potencialidades do sistema Franchising são praticamente inesgotáveis e, por ser muito flexível, pode apresentar formas bastante diversificadas e adaptáveis à dinâmica de cada negócio.

Este artigo O Que é Franchising? Como São as Relações Entre Franqueados e Franqueadores? surgiu inicialmente no Blog Guia Instituto Usuário Online.