sábado, 15 de julho de 2017

Você tem Perfil Empreendedor?

O empreendedorismo é característica essencial para um bom empresário. Ele impulsiona um negócio, levando-o a crescer e se destacar no mercado. É graças à visão empreendedora que existem histórias de gente que começou do zero e acabou em capas de revistas contando como conseguiu transformar um momento de dificuldade na oportunidade certa para formar um império.

 Por outro lado, sem essa qualidade fundamental, o empresário está fadado à estagnação. Para garantir sucesso nos negócios, o segredo é saber empreender.

Se você abriu uma empresa e quer dirigi-la de forma inteligente, a primeira coisa que deve ter em mente é que o perfil empreendedor pode ser construído! Profissionais que trabalham em áreas como marketing derrubaram o mito de que a criatividade é um dom e hoje sabem que qualquer ser humano pode inovar se usar as técnicas certas e treinar o cérebro para isso. Com o empreendedorismo não é diferente.

Há algumas iniciativas e hábitos que podem ser adotados para ajudá-lo a se tornar um empresário de sucesso!

1 – Aprenda a identificar as oportunidades

A maioria das pessoas que fica desempregada vai procurar um novo trabalho. O empreendedor fará diferente! Ele é aquele que sabe identificar oportunidades. Ele vai abrir o próprio negócio, aproveitando os conhecimentos que tem sobre os processos de produção e o comportamento econômico do setor. Também é graças a essa característica que grandes empresas constantemente ampliam o ramo de atuação.

Gestores à frente de corporações de sucesso enxergam as oportunidades de exploração do mercado e lançam nele produtos e serviços para atender a novos nichos. Portanto, informe-se e estude sobre o mercado em que irá atuar para identificar as oportunidades.

2 – Aja!

De nada adianta identificar uma boa oportunidade de negócio e ter uma ideia inovadora, se ela não for concretizada. Planos, apenas, não significarão o desenvolvimento da empresa ou melhores lucros. Ações, sim! O empreendedor não tem medo de agir.

Um bom empresário precisa ousar e tomar decisões nos momentos certos. São essas iniciativas que possibilitarão o crescimento do negócio. Claro que tudo deve ser feito com responsabilidade, afinal, um empreendedor não é um aventureiro. Pelo contrário! E esse é justamente o tema do tópico abaixo.

3 – Corra riscos calculados
O empreendedor sabe correr riscos. Ele se lança em novos projetos e não tem medo de investir seu dinheiro nas oportunidades que lhe aparecem. Porém, tudo é feito de forma calculada. Um verdadeiro empreendedor faz pesquisas de mercado, estuda de forma minuciosa os procedimentos necessários para implantação do possível negócio e mede detalhadamente todos os prós e contras. Ele só vai investir se essa balança apontar índices vantajosos e seguros.

O importante é ter tudo bem planejado e conseguir trabalhar com uma margem bastante curta para a possibilidade de insucesso.

4 – Planeje o presente e o futuro
Um empresário deve ter amplo controle das finanças, manter-se longe de longos financiamentos e dívidas, trabalhar com capital de giro adequado e possuir um fundo reserva para investimentos futuros. O empreendedor é organizado e sabe que planejamento é a alma de qualquer negócio. Ele alcança esse cenário tão positivo simplesmente porque planeja! Um gestor eficiente consegue estabelecer metas e as persegue de forma a garantir o crescimento dos negócios.

5 – Seja comprometido e persistente
Preguiça e desistência são palavras que o empreendedor não conhece. Ele é altamente comprometido com o próprio negócio. O empresário que sabe empreender tem gosto pelo trabalho e persiste em seus planos até conseguir colocá-los em prática. Como vimos no terceiro tópico, antes de ingressar em um novo projeto, ele terá feito vários estudos que indicarão os passos necessários para a implantação e estará ciente da viabilidade financeira. Portanto, estará preparado para enfrentar as dificuldades e dedicará todos os seus esforços para alcançar seus objetivos.

6 – Exija qualidade
O empreendedor é perfeccionista. Ele exige de seus funcionários que os produtos e serviços tenham máxima qualidade e quer que a empresa alcance um alto nível de excelência. O empresário com visão empreendedora tem essa característica simplesmente porque quer ser o melhor. Ele não cogita a possibilidade de ver a concorrência prestando um serviço mais eficiente do que aquele oferecido na sua empresa. Assim, ele garante a satisfação dos clientes e o sucesso dos negócios!

7 – Motive sua equipe
O empreendedor sabe que não consegue trabalhar sozinho. Por isso, ele vai encontrar meios eficientes de motivar a equipe: pode ser um plano de gratificações, um bônus no final do mês ou um elogio. O que importa é valorização dos colaboradores. Dessa maneira, o verdadeiro empreendedor vai conseguir fazer com que os funcionários acreditem em seu sonho e que todos trabalhem juntos para realizá-lo. Ao final, quem ganha é a empresa!

8 – Busque informações e se atualize
Não importa se a empresa já tem 20 anos e está bem consolidada no mercado, o gestor com visão empreendedora não quer ficar preso ao passado. O empreendedor é ávido por informações. Ele sempre quer se atualizar, participar de capacitações, cursos, workshops e feiras que lhe permitam conhecer o que há de mais moderno no seu ramo. Quando o negócio está começando essas são atitudes vitais! Se o empresário não se preocupar com inovação dificilmente vai conseguir conquistar o mercado.

9 – Saiba enfrentar crises
Não importa se o problema for uma mudança brusca na economia ou o surgimento de uma concorrência desleal, o empresário com perfil empreendedor vai encontrar uma forma criativa para enfrentar o momento. O empreendedor tem consciência de que toda empresa está sujeita a uma crise. E ele deverá estar preparado! A solução pode estar tanto na criação de um produto inovador, quanto no lançamento de uma promoção. O importante é que o gestor encontrará uma forma de retomar a competitividade.

10 – Admita os próprios erros
Por fim, o empreendedor de verdade é aquele que não se deixa levar pelo ego. Ele sabe admitir os próprios erros e quando isso acontece trabalha para buscar as soluções. Um empreendedor faz avaliações constantes sobre a forma como administra o próprio negócio e a partir desse senso crítico consegue implantar novas estratégias de gestão. Ele também sabe ouvir sugestões dos colaboradores e principalmente as queixas vindas dos clientes. Um empreendedor não enxerga os erros como algo negativo, mas como uma oportunidade de acertar.

Você se identificou com o perfil empreendedor? Tem utilizado essas características para dirigir sua empresa? Compartilhe aqui sua experiência!

O seguinte texto Você tem Perfil Empreendedor? foi postado pela primeira vez no Canal Guia Instituto Usuário Online.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Quanto Ganha um Profissional de Marketing?

Muito se houve falar sobre o profissional de marketing atualmente, mas antes de fazer uma faculdade ou curso online na área é importante conhecer melhor o mercado de trabalho e quanto ganha este profissional para ter certeza de que é isso que quer.

Além destas informações básicas, se identificar com a área é de extrema importância, pois mesmo que o mercado esteja favorável e o salário também, se não houver familiaridade com a profissão de nada adiantará entrar neste mercado.

É difícil definir com palavras tão exatas uma profissão tão versátil, mas podemos dizer em palavras simples que o profissional de marketing ajuda o produto ou serviço a ficar mais atraente aos olhos do consumidor, colaborando assim com a venda dele.

Para este cargo é necessário que o profissional seja comunicativo, criativo, extrovertido, versátil, flexível, organizado e muito mais.

Mercado de trabalho na área de marketing

 O chamado marketing tradicional, aquele feito offline (fora da internet) não perdeu tanto espaço como as pessoas imaginam. É lógico que o marketing digital ganhou bastante espaço e é essencial atualmente, mas outras estratégias de marketing que envolvem eventos, TV, rádio, revista, jornal, etc. também devem continuar valendo.

Porém, o destaque vão para as agências digitais, onde o marketing deve imperar, seja em qual área for, pois desde o desenvolvimento de um site, mesmo que haja um profissional de programação, o marketeiro deve saber avaliar o público e como o site deve ser criado. Foram mais de 2 bilhões de reais faturados em 2012 neste segmento digital, conforme mostra infográfico do Censo 2012.

 Ou seja, o mercado está em expansão e relacionado tanto a agencias digitais como a empresas que querem vender seus produtos e serviços de forma mais eficaz, então o profissional pode trabalhar em qualquer área, desde no marketing esportivo até um marketing político ou o tradicional marketing de vendas.

Escolha a área que mais se identifica e busque as informações necessárias com cursos online na área, o que otimiza seu tempo e dinheiro.

Quanto ganha um profissional de marketing atualmente


O salário pode variar de acordo com a região, assim como em qualquer profissão escolhida, mas de acordo com dados do Conselho Federal de Administração, o salário inicial na área é de R$ 2.000.

Claro que com a atual valorização deste profissional em grandes centros um bom perfil chega facilmente aos 5 mil reais por mês.


O seguinte texto Quanto Ganha um Profissional de Marketing? foi criado primeiramente no portal Guia Instituto Usuário Online.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

5 Segredos dos Profissionais de Sucesso

Já ouviu aquele caso “estudamos juntos e hoje ele está rico e eu não”? Pessoas com as mesmas oportunidades podem ter destinos bem diferentes, não é mesmo? 
Então conheça os segredos dos profissionais de sucesso.


Se você acha que isso ocorre por sorte, está muito enganado! Tem destaque aquele que se dedica, procura aprender mais e cumpre sua função com excelência. Desse modo, consegue sempre melhores oportunidades na carreira e chega ao sucesso.

Cabe ressaltar que o caminho para o sucesso não é o trabalho incansável. A qualidade do profissional e sua capacidade de colaboração é o que realmente importa para a função que desempenha e para a equipe da qual faz parte.

Mas quais as práticas para alcançar o sucesso profissional? Revelamos o segredo para que você também chegue ao topo. Confira!

Não pare de correr atrás do conhecimento: estude e se especialize

Estamos na era do conhecimento compartilhado, da internet, de muitas informações, das tendências, da competição entre empresas e entre profissionais. Para se sobressair é preciso assimilar um pouco de tudo: saber sobre as principais notícias, ter conhecimento geral para trazer valor onde quer que esteja e, principalmente, saber tudo sobre sua área de atuação.

Se não é possível fazer faculdade no momento, faça um curso para se especializar ou se atualizar.

Hoje há opções para todas as áreas e o melhor é que você encontra possibilidades acessíveis e até mesmo online, permitindo flexibilidade de horários e praticidade para você.

Quem sai em busca do conhecimento, o leva para qualquer empresa e é isso que os recrutadores apreciam! Você estará na frente de muitos profissionais!

Peça feedbacks

Se está trabalhando ou em busca de emprego, peça feedbacks, ou seja um retorno, uma opinião, de quem está a sua volta. Pergunta, sem medo da resposta, como as pessoas o enxergam, quais suas qualidades e defeitos e como poderia melhorar. Isso o ajudará a fazer uma autoanálise e, assim melhorar cada vez mais.
O profissional de sucesso sempre pede feedbacks porque deseja melhorar constantemente para ser sempre participativo, útil e criativo onde quer que esteja.

Encare os desafios

Muitas vezes, o profissional tem que fazer tarefas além das que imagina serem necessárias. Jamais veja isso como algo ruim, pelo contrário: enxergue aí uma oportunidade para aprender. Portanto, não pense que você não é capaz. Encare cada desafio e se dedique a vencê-lo. Certamente você será elogiado pelos gestores da empresa e pelos colegas de equipe.

Dê sua opinião se baseando em argumentos

Dentro de uma empresa, o profissional pode propor medidas para melhorar a produtividade, o ambiente de trabalho, dar sugestões sobre o processo ou mesmo fazer queixas. Porém, tudo precisa estar baseado em argumentos sólidos que possam ser exemplificados com situações reais no dia a dia da empresa.
Quem colabora de forma a enriquecer o trabalho de todos, ganha muitos pontos dentro da empresa e se aproxima mais de uma promoção.

Vá além do cumprimento das obrigações

Organizar os horários, prioridades e executar bem cada tarefa é essencial para quem quer se manter no emprego. Quem quer ter sucesso na carreira contribui mais na empresa e para cada tarefa traz um diferencial. Assim, dentro do quer for permitido, dê novas ideias para ao atendimento de clientes, por exemplo, otimize seu tempo e ajude até mesmo os colegas. Tudo isso demonstra comprometimento com o cargo.

Por fim, vale lembrar que há os conselhos que nunca saem de pauta para quem quer ter sucesso profissional. Ser pontual, se vestir adequadamente, ser educado, prestativo e discreto são alguns deles. Somando-os às dicas do post de hoje, será fácil se destacar no mercado de trabalho!

E você? Está pronto para o sucesso? Comente!

Este artigo 5 Segredos dos Profissionais de Sucesso foi criado primeiro no Blog Guia Instituto Usuário Online.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

As 10 Profissões MENOS Valorizadas no Brasil e no Mundo

Você precisa se decidir por um curso, mas quer saber quais as profissões menos valorizadas? Saiba aqui aquelas que, infelizmente, não possuem muito valor no Brasil e no mundo.

Você gostaria de saber quais são as profissões menos valorizadas no mercado brasileiro?

De acordo com uma pesquisa realizada no final do ano passado, o cargo de recepcionistas e vendedores de porta em porta estão no topo da lista. Foram analisadas mais de 2 mil profissões partindo da quantidade de vagas de empregos disponíveis, potencial de desenvolvimento e estabilidade e projeção financeira.

Enquanto isso, nas vagas mais promissoras, que são desenvolvedores web e cirurgiões, foi registrado um aumento de até 20% nas vagas anunciadas, o que confirma a tendência geral da economia e de previsões de investimento em infraestruturas anunciadas por meio do governo.

As profissões menos valorizadas no Brasil

As 10 carreiras que são menos valorizadas no mercado de trabalho brasileiro tem muito a ver com as mudanças na economia, avanços tecnológicos e o excesso de pessoas formadas na área. Essas três variáveis citadas é, de acordo com especialistas, as carreiras que possuem um menor número de vagas no mercado de trabalho.

Você pode perceber que a maioria delas está inserida dentro da área de humanas, que são as responsáveis por dispor do maior número de vagas em faculdades e universidades, uma vez que os cursos são os mais acessíveis por meio das instituições. Como resultado se tem a colocação de um maior número de recém-formados todos os anos ao mercado de trabalho.

Na lista das profissões menos valorizadas no Brasil, estão:

  1. Antropologia;
  2. Sociologia;
  3. Geografia;
  4. História;
  5. Jornalismo;
  6. Direito;
  7. Psicologia;
  8. Venda porta a porta;
  9. Pedagogia;
  10. Serviço Social.

É importante ter em mente que essa é a posição atual do mercado de trabalho, então ao se decidir por cursar um determinado curso, leve em consideração que esse quadro pode mudar. As profissões menos valorizadas hoje podem ser as mais valorizadas amanhã, nunca se sabe como vai estar o mercado daqui a três ou quatro anos.

O fundamental é se dedicar à profissão escolhida, estudando e se especializando, além de buscar ter mais e mais experiência, para se tornar um bom profissional, pois este sempre tem oportunidades. Invista em seu conhecimento e com muita dedicação você pode encontrar o sucesso com a carreira que você escolheu, fazendo o que gosta.

As profissões menos valorizadas no mundo

De acordo com um levantamento realizado no ano de 2013, levando em conta profissionais recém-formados (jovens entre 22 e 26 anos) e profissionais com mais experiência (idades entre 30 e 54 anos), as 10 profissões menos valorizadas no mundo são:

  1. Antropologia e Arqueologia
  2. Artes relacionada a vídeo e fotografia
  3. Artes plásticas
  4. Filosofia e teologia
  5. Artes
  6. Música
  7. Educação física
  8. Design gráfico
  9. História
  10. Literatura e letras

Os critérios que foram levados em conta foram o salário de pessoas recém-formadas, os salários de profissionais com mais experiência, taxa de desemprego entre os profissionais com mais experiência e a taxa de desemprego entre os recém-formados. Caso o critério “satisfação pessoal” fosse analisado, o resultado poderia ser diferente.

A triste realidade do reconhecimento profissional

Para os profissionais das áreas menos valorizadas essa é uma realidade triste, já que essas são as profissões que tornam suas vidas mais prazerosas. Saber que são as áreas que dão menos dinheiro não é animador para quem gosta da profissão, mas na hora de optar pelo curso acaba mudando de ideia e buscando fazer o que menos lhe dá prazer, devido ao valor financeiro que o cargo pode dar.

É claro que o dinheiro não deveria ser o fator decisivo nas escolhas profissionais, porém um jovem universitário que tem quatro anos pela frente de ensino superior, mais especialização acaba desanimando ao ver o retorno financeiro que o espera e isso faz com que ele acabe por optar por uma carreira de segundo plano.

O sucesso profissional se conquista com muito esforço e dedicação, mas se o profissional não ama o que faz, ou muitas vezes nem suporta, como vai ser feliz em sua vida como um todo? Chegará em casa desmotivado e sem vontade que chegue o outro dia para voltar ao trabalho e com o tempo pode até tratar mal as pessoas do ambiente de trabalho.

O que fazer nesse caso, estudar anos e ser o profissional que sempre quis ou se tornar o profissional que precisa ser financeiramente?

É importante encontrar um equilíbrio, como mencionado acima, se você optar pela profissão de que gosta, poderá ser o melhor profissional na área e se realizar profissionalmente por completo.

O post As 10 Profissões MENOS Valorizadas no Brasil e no Mundo foi postado inicialmente no Site Guia Instituto Usuário Online.

terça-feira, 11 de julho de 2017

O que Preciso para Abrir uma Pequena ou Média Empresa?

Ter um negócio próprio é o sonho de muitas pessoas, então estar preparado para abrir sua pequena ou média empresa é a melhor maneira de garantir que seu negócio tenha sucesso quando tiver a oportunidade de ser seu próprio patrão.
curso-online-de-administraao-de-pequenas-e-medias-empresas

É por isso que muitas pessoas fracassam como empresários: as oportunidades aparecem, mas elas não se encontram preparadas para agarrá-las e transformar a boa ideia em sucesso.

Mas como estar preparado para abrir uma pequena e média empresa? 

Já pensou em começar adquirindo os conhecimentos necessários fazendo cursos online na área, como por exemplo um curso online de administração de pequenas e médias empresas?

Assim já começa sabendo dos riscos que pode encontrar, do que será necessário para um bom planejamento, como pode avaliar as oportunidades e encontrar a ideal para você, entre outras coisas.

Não adianta primeiro esperar uma boa ideia aparecer e somente depois buscar conhecimento para saber o que fazer com ela, pois o mercado está em constante evolução e enquanto você ainda está buscando conhecimento para saber o que precisa ser feito, alguém poderá já estar preparado e sai com esta ideia na frente, fazendo com que sua oportunidade não seja mais uma boa ideia de sucesso.

Além da preparação ao fazer cursos online de administração, para abrir uma empresa é preciso ter um perfil empreendedor, ou seja, ter habilidades para gestão, liderança, organização, disciplina e aperfeiçoamento do negócio. Para isso, busque sempre informações de como deve ser o perfil e um bom empreendedor e aprimore sempre as melhores características.

Lembre-se que para isso é preciso saber ser humilde e admitir que é necessário melhorar em alguns pontos importantes.

Lembre-se ainda que o planejamento e a pesquisa de mercado para análise do seu tipo de negócio são essenciais para descobrir se é mesmo rentável este tipo de negócio que quer seguir. Somente depois de treinar sua habilidade de paciência e obter os conhecimentos necessários em um curso online poderá entender como é extremamente importante o início de um negócio que, se mal começado, acabará logo e não terminará bem.

Esteja fora dos índices de empresas que fecham antes mesmo de começar a dar lucros e prepare-se para administrar uma pequena e média empresa da maneira correta, com conhecimentos necessários a todo empreendedor, que poderão ser aprimorados com o tempo nas mais diversas áreas.

A vontade de aprender também está entre um dos requisitos para montar sua pequena e média empresa, pois o dono do negócio deve sempre se atualizar.

Este artigo O que Preciso para Abrir uma Pequena ou Média Empresa? foi postado pela primeira vez no Site Guia Instituto Usuário Online.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Por que sua empresa deve ter estratégia competitiva?

estrategia competitiva para empresas

Em primeiro lugar, estratégia competitiva é quando uma empresa decide competir no mercado em resposta às estratégias e das posições de seus competidores, a fim de ganhar uma vantagem competitiva sustentável.

Ao definir o posicionamento estratégico da sua empresa, o passo seguinte é definir as vantagens competitivas sustentáveis que serão desenvolvidas ou aproveitadas, partindo das competências e dos recursos disponíveis na empresa.

Entre as vantagens competitivas mais comuns, estão:

  • ser capaz de oferecer um serviço superior ao cliente;
  •  ter o melhor produto do mercado; estar em uma melhor localização geográfica;
  • obter custos mais baixos do que seus concorrentes; possuir estilos mais atraentes aos seus compradores;
  • tecnologia patenteada; nome da marca bem conhecido e  combinar bom serviço à qualidade e preço aceitável.

Mas para formar uma vantagem competitiva, a sua estratégia empresarial deve ter o objetivo de proporcionar para os seus compradores o que eles percebem como sendo valor superior, ou seja, um produto a preço menor ou então um produto bem melhor que vale a pena pagar a mais por ele.

Como conseguir esta tão sonhada estratégia competitiva?

Você pode se especializar mais sobre o assunto fazendo cursos online e pesquisando sobre a área.

É de grande importância que a sua empresa tenha uma estratégia competitiva frente aos concorrentes.

O único propósito de planejamento estratégico é tornar a sua empresa apta a ganhar vantagem sustentável em relação aos concorrentes.

Ela quem vai estabelecer uma posição lucrativa para a sua empresa contra as forças que determinam uma competição.

Em geral, as empresas podem adotar três tipos de estratégia competitiva:

  •  Estratégia de diferenciação: busca alcançar vantagens pela introdução de um ou de mais elementos de diferenciação em seus produtos e serviços, justificando assim, os preços mais elevados;
  • Estratégia de foco: é um tipo de estratégia para se obter vantagens competitivas ou então, pela oferta de produtos e serviços a um menor custo ou pela diferenciação deles, porém, em um segmento de mercado mais restrito ou localizado;
  • Estratégia de liderança em custos: visa obter vantagens competitivas em relação a oferta de produtos e serviços, a um custo mais baixo que de seus concorrentes.

Leia também: Como Empreender e Abrir um Negócio Online

Ter um planejamento estratégico ou formulação da estratégia competitiva é muito importante para a empresa.

Isso porque dificilmente ela poderá criar condições para responder a todas as necessidades, em todos os possíveis segmentos do mercado, onde dificilmente ela poderá mudar drasticamente suas condições de atendimento ou então pular de um segmento de mercado para outro.

Por isso, o planejamento estratégico é capaz de propiciar à empresa, uma identificação da direção em que pretende se mover, orientando suas competências para novas oportunidades de mercado, criando valores para os seus clientes atuais e potenciais.

O seguinte post Por que sua empresa deve ter estratégia competitiva? apareceu inicialmente no Site Guia Instituto Usuário Online.